Ops, detectamos que seu navegador está com o Javascript desabilitado!
Informamos que nosso website possui recursos que utilizam a tecnologia javascript para que você tenha uma ótima experiência e navegação.

Por favor, ative seu javascript antes de continuar sua navegação.

Mapa do Site

CEDAE Alexandre Eulalio
Terça, 14 de julho de 2015

Conservação de documentos de Flávio de Carvalho

Parte da documentação que integra o fundo Flávio de Carvalho é caracterizada pela hemeroteca constituída pelo artista.

Composta por um grande volume de artigos e de reportagens relacionadas à atuação de Carvalho, os recortes registram a participação de Flávio na imprensa, seja como autor, personagem ou leitor.

Entre esses recortes destacam-se os que compõem quatro álbuns confeccionados por Flávio de Carvalho e que estão sendo conservados pelo CEDAE.

São eles: “Álbum – vol. 1”, que traz recortes de 1926 a 1933; “Álbum – vol. 2 – CAM”, com recortes a respeito do funcionamento do Clube dos Artistas Modernos, entre 1932 e 1934; “Álbum – vol. 3”, com material circunscrito aos anos de 1932 a 1948 e o “Álbum – vol. 4”, com recortes que vão de 1946 a 1954.

Apresentando folhas acidificadas e, consequentemente, quebradiças, anotações com diversos pigmentos, rasgos e perda de suporte, recortes amassados, rasgados e com vincos/dobras, o “Álbum – vol. 1” ainda trazia problemas de encadernação, com perda de suporte da lombada, rompimento de revestimento na capa e contracapa, além de rompimento de costura dos cadernos e presença de fitas adesivas.

Diante deste estado de conservação, o tratamento iniciou-se com a higienização mecânica, seguindo com intervenções conservativas, tais como: reforço em vincos e bordas dos recortes e das páginas do álbum e reparos em pequenos rasgos.

No que se refere à encadernação, após o desmonte dos cadernos e elaboração de carcelas, foi feita uma nova costura e, para proteger a lombada, foi confeccionado um falso lombo. A capa também foi reforçada ao longo da lombada e nas cantoneiras.

A recuperação dos álbuns está sob a responsabilidade da conservadora Maria Valéria Barbosa, que conta com o auxílio da estagiária Beatriz Moralez Ceglys, aluna do curso de Estudos Literários do IEL.

 

Copyright © 2013-2021 - CEDAE - Todos os Direitos Reservados.